Marcações com “gatos”

Desapareci durante quase um ano. É verdade.

Não foi um ano fácil. Entrei no mestrado ao qual todos diziam ” não sejas tola, a carga horária é pequena”.

Pois estavam todos enganados. Para além de ser pior que na licenciatura, tinha mais uma carga extra curricular extensa e intensa, aka o tempo perdido em trabalhos! Mas atenção, isto não é conversa da minha preguiça. Não. É a mais pura das verdades. Chegamos a um ponto, eu e os meus colegas, que já não sabíamos em que dias das semanas é que íamos, os dias pareciam ter mais de 24 horas. Já não dormíamos, já não sabíamos estar sem pensar num trabalho. Toda a luta que foi, o esforço, para chegar ao final a compensação ter sido mínima. A prova chapadíssima que o mundo é injusto em tudo.  Foi terrível. Tão mal, que quando entramos em férias, primeiros dias andávamos todos a pensar ” AI estou sem fazer nada. Mas eu tenho qualquer coisa para fazer. Ai estou me a esquecer do que tenho de fazer”.

Então não havia tempo para escrever, o pouco livre que tinha era mesmo para.. dormir. E estar com os meus gatos🙂

E indo ao encontro do título, isto tudo para dizer que o ano anterior, como maior parte da minha vida, é marcada por etapas por gatos. E estranhamente, bate tudo certo.

Começaram as aulas. Fui operada, e a família gatil cá da casa aumentou em mais um ( um que valia já naquela altura por dois!): o Sam.

Sam, o novo membro da familia

Época de habituação do Sam cá em casa foi a minha época de habituação ao pé pós cirurgia ( sim, estive um valente tempo sem andar e tive literalmente aprender a andar de novo).

Sam e Tom que adoptou o Sam como um filho🙂

Época em que o Sam já estava habituado a rotina cá da casa, começava a minha rotina de viagens Viana-Porto e por aí.

Época em que finalmente PAREI, Tom decidido a ser um gato vadio, começou a viver no jardim. Está com uma leveza que nem vos conto! Mas também nunca andou mais meigo na vida.

E é assim que me encontro agora. Mais parada, em preparações da tese, com um gato a aquecer-me os pés. Um gato.. quando ele está bem disposto. Sam é um gato extremamente especial.

Foi encontrado na rua por duas crianças. E ainda esteve muito tempo na clínica da zona à espera que alguém o reclamasse. Mas nada se passou e a minha mãe como andava a chatea-la, para me animar o tempo que passava na cama deitada, deu-me o Sam. Mas, e suponho eu que ele viria de outra casa porque vinha muito bem tratado (pelo cuidado e gordito…)deveriam bater-lhe ou então teria crianças pequenas e quando levantávamos a mão na direcção dele para lhe dar um mimo retrocedia sempre, aninhando-se. Colo não gostava, aliás era a única altura em miava. Também chegamos a um ponto que pensavamos que era surdo, mas ele reage muito ao nome logo não seria por aí que não miava. E não era um gato que procurasse mimos, como normalmente é imperativo nos gatos. Era um gato que não dava trabalho e ainda não dá muito. Mas sabe bem, no coração, ver que o carinho e a paciência, são recompensados, pois embora ainda não gostando muito de colo (penso que terá vertigens :P), a verdade é que já é um gato menos frio , ou seja, é um gato que já procura o calor humano.

Continua com o tamanho que veio, até há quem diga que ele come para esquecer. Mas já não é aquele gato de olhos esbugalhados que chegou a casa.

Ah! E no meio da azafama que foi o ano anterior, consegui ir à sessão de autógrafos do George Martin que foi ao Porto. Fiquei espantada pela postura do senhor, tal e qual como nas fotos. Só de olhar para ele, parece que inspira sabedoria. Contudo, foi um dia muito mau. Semana cheia de trabalhos, dia cheio, correr para o shopping, sozinha (porque exatamente naquele dia não havia ninguém que pudesse ir comigo!), esperar quase duas horas para o autografo (cheia de fome e de vontade de ir ao W.C.), para depois chegar ao final e ser isto ( que podia fazer em casa..)

Autograrabisco

Até à próxima!

2 responses to “Marcações com “gatos”

  1. O Sam é um gatinho super fofo!!!
    Merece aparecer em publicidades de comida para gatinhos😉
    Ainda bem que o blogue está de volta😉

    Beijinhos***

  2. Ai sim, o Sam mostra logo que a comida nutre muito bem xD

    É um gato com uma constituição grande. 6kg requer muito trabalho para manter! Não é facil😛

    A ver se consigo manter e ter assunto de conversa🙂 Mais não seja posso todos os dias falar de tardigrados.

    Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s